Como fazer o transporte de cães em automóveis de forma segura

Fazer o transporte de cães num automóvel pode ser uma missão desafiante para os donos. Além de todas as questões relacionadas com o eventual stress destes patudos, é imprescindível que se reúnam todas as condições necessárias para garantir a sua segurança. Mas será que sabe quais as formas mais eficazes de o fazer? E o que diz a legislação sobre este assunto? Há multas para quem não cumpre os requisitos necessários no transporte de animais de companhia? A Petslowcost tem algumas respostas para o ajudar.

 

Transporte de cães em automóveis: o que diz a legislação?

Ainda que a legislação não seja muito específica em relação à forma como se deve fazer o transporte de cães, o artigo nº10 do Decreto-Lei de nº 315/2003 refere que o transporte de animais deve ser efetuado em veículos e contentores apropriados, de modo a salvaguardar a sua proteção e a segurança das pessoas e outros animais. Desta maneira, as coimas aplicadas a quem transporta animais à solta podem ir dos 60€ aos 600€.

 

Um animal a circular livremente dentro de um veículo é um fator distrativo que pode originar situações de perigo. O risco maior não se prende com a probabilidade de ser multado. Mais importante do que isso é assegurar que não coloca a vida de ninguém em risco, seja a sua, a do seu animal ou a das pessoas que consigo se cruzarem. Saiba como pode fazer o transporte de cães de forma responsável.

 

Como devo transportar o meu cão?

Existem algumas opções seguras para efetuar o transporte de cães em carros legalmente e sem correr riscos. As mais seguras são as seguintes:

 

-       Caixa transportadora: esta é provavelmente a solução a que mais donos recorrem. Ainda que sejam um pouco restritivas para o animal, estas caixas garantem-lhe uma proteção extra em caso de acidente, além de evitarem as distrações. Pode escolher esta caixa de transporte para cães, de qualidade premium, ou então esta ligeiramente mais pequena, por exemplo;

-       Cinto de segurança: sim, existem adaptadores para o cinto de segurança que lhe permitirão manter o seu patudo seguro. Trata-se de uma trela com um gancho para segurar o peitoral e uma fivela que encaixa no cinto de segurança do carro. Experimente este, com presilhas metálicas muito resistentes.

 

Além de garantir a segurança do seu companheiro, lembre-se de que uma viagem pode significar um momento de grande nervosismo para ele. Assim, forneça-lhe um ambiente tranquilo, sem demasiado ruído e com a ventilação adequada. Se o percurso for longo, faça algumas pausas para que o seu animal possa correr, brincar e fazer as suas necessidades.

 

 

Assegure o bem-estar do seu patudo em todas as situações, com a ajuda da Petslowcost!

 


WhatsApp disponível para qualquer questão