O que deve saber para cuidar de um gato mais velho

Cuidar de um gato mais velho traz alguns desafios acrescidos para os donos. Quando atingem idades mais avançadas, estes animais tornam-se mais vulneráveis. Necessitam, por isso, de cuidados especiais no que diz respeito à alimentação, ao ambiente e, claro, à prevenção e combate a doenças. Para oferecer o máximo de bem estar ao seu patudo, reunimos alguns conselhos de que não deve prescindir nesta fase. Fique a conhecê-los!

 

O ambiente certo para um gato mais velho

Estes pequenos felinos vivem, em média, 15 anos. A partir dos 10, sensivelmente, é normal que comece a detetar alguns sinais de envelhecimento. Nesse momento, uma das principais questões a que deve prestar atenção é a adaptação do ambiente circundante.

Assim, há alguns cuidados que pode ter. Para os gatos mais velhos com problemas de articulações, por exemplo, disponibilize uma caixa de areia com os lados mais baixos, para entrar e sair com mais facilidade. De igual forma, assegure-lhe uma maneira suave de chegar aos sítios mais altos onde costuma sentir-se confortável (como escadinhas ou rampas).

 

Além disso, é imprescindível que lhes ofereça uma atmosfera tranquila. Evite tornar o ambiente e a rotina demasiado agitados e instáveis, de modo a não provocar problemas relacionados com a ansiedade.

 

Adaptar a alimentação

Outra das questões fulcrais para cuidar de um gato idoso é a adequação da sua dieta. Nesta fase, as necessidades nutricionais mudam e, por isso, a ração também deve ser diferente: mais rica em proteína, vitamina A e antioxidantes.

Na Petslowcost, encontra algumas opções ideais para dar resposta a este desafio. É o caso desta ração, para gatos com mais de oito anos, que promove o antienvelhecimento, ou desta, para gatos esterilizados, concebida para prolongar a esperança média de vida do seu companheiro.

 

Dicas importantes para cuidar de gatos mais velhos

Acima de tudo, é importante que encare esta fase da vida do seu animal com alegria, dedicação e compreensão. Além das visitas ao veterinário, que devem passar a ser mais regulares, é fundamental que estimule um estilo de vida saudável.

Dessa maneira, deve, sempre que possível, promover o exercício físico moderado e a brincadeira. Invista em exercícios de inteligência, para estimular a atividade intelectual do seu patudo, e nunca deixe de lhe dispensar tempo e mimo.

 

 

Conte com a Petslowcost para proporcionar uma vida cheia de momentos felizes ao seu pequeno companheiro de quatro patas!


WhatsApp disponível para qualquer questão